(41) 3303.6777 | (41) 99500.9977 (41) 99500.9977 | contato@nfernandes.com.br Nós Acreditamos!
Fernandes Advogados – Nós Acreditamos! -

Artigos

10/01/2020

Cláusulas contratuais abusivas segundo o Código de Defesa do Consumidor (Art. 51. Inciso XIII até o § 1°)

O presente artigo dará continuidade à análise das cláusulas contratuais consideradas abusivas segundo o Código de Defesa do Consumidor, com a intenção de que o comerciante e o empresário possam se precaver de futuras nulidades contratuais, que fatalmente acarretarão em prejuízo para o empreendedor.

Inicialmente, chama-se a atenção do caro leitor para o fato de que são consideradas abusivas as cláusulas contratuais que autorizem o fornecedor a modificar unilateralmente o conteúdo ou a qualidade do contrato, após sua celebração.

Referida previsão possui a intenção de resguardar os termos pactuados, não deixando com que uma das partes modifique o teor do que restou aguardado sem que a parte contrária possua ciência ou tenha concordado com as modificações.

Não obstante, mesmo que se apresente óbvio, faz-se importante esclarecer que nenhuma cláusula contratual pode contrariar texto de lei, como o Código de Defesa do Consumidor por exemplo, vez que os termos pactuados entre o consumidor e o empresário jamais poderá se sobrepor aos termos legais.

Com relação aos contratos de locação, faz-se importante lembrar que são consideradas abusivas as cláusulas contratuais que venham a possibilitar a renúncia do direito de indenização por benfeitorias necessárias que vierem a ser realizadas no imóvel.

Ainda, faz-se importante esclarecer que as cláusulas contratuais tidas como exageradas, são consideradas abusivas, sendo que o diploma consumerista entende como exageradas aquelas que ofendem os princípios fundamentais do sistema jurídico a que pertencem; as que restringem direitos ou obrigações fundamentais inerentes à natureza do contrato, de tal modo a ameaçar seu objeto ou o equilíbrio contratual e aquelas que se mostrarem excessivamente onerosas para o consumidor, considerando-se a natureza e conteúdo do contrato, o interesse das partes e outras circunstâncias peculiares ao caso em concreto.

No próximo artigo abordaremos o impacto que as cláusulas abusivas causam para os contratantes bem como as medidas que poderão ser adotadas para que seja declarada a nulidade das mesmas.

Diego Macedo Merhy

OAB/PR 47.461

Dr. Diego Macedo Merhy

Autor(a): Dr. Diego Macedo Merhy

OAB/PR 47.461

Ver mais artigos deste autor

O Escritório Fernandes Sociedades de Advogados atua de forma especializada na área de Direito Contratual com um corpo de profissionais especializados nas mais diversas demandas do mercado dentro desse segmento.

voltar

 

 

POLÍTICA DE PRIVACIDADE: Este site guarda informações fornecidas em banco de dados para uso posterior. Nenhuma informação pessoal de usuário que preencheu algum formulário deste site será divulgada publicamente. Nos comprometemos a não vender, alugar ou repassar suas informações para terceiros. O presente termo permite que usemos as suas informações para o envio de e-mails como comunicados, notícias e novidades, sendo possível o cancelamento a qualquer momento. Nos e-mails enviados há um link para descadastramento de assinatura. Essa Política de Privacidade pode passar por atualizações.