+55 (41) 3303.6777 | +55 (41) 99500.9977 | contato@nfernandes.com.br Nós Acreditamos!
Fernandes Advogados – Nós Acreditamos! -

Cases

Nesta seção, relatamos alguns dos casos concretos de atuação de nosso escritório, onde obtivemos decisões relevantes para o conhecimento público. Esclarecemos que em respeito aos nossos clientes e às demais pessoas envolvidas, os dados pessoais e até mesmo dos processos não serão revelados, para preservar a intimidade e os interesses de todos.

  • Por meio de decisão judicial liminar, a Fernandes Sociedade de Advogados obteve importante decisão que tranquilizou o comprador do imóvel que não estava conseguindo arcar com os juros de obra durante o atraso na entrega do imóvel. O comprador do imóvel realizou o financiamento bancário e mesmo após o prazo[…..]

  • A Fernandes Sociedade de Advogados obteve importante decisão judicial, que declarou a nulidade de uma dívida de Condomínio de mais de R$ 380.000,00 (trezentos e oitenta mil reais) A execução de Condomínio tramitava há mais de 10 (dez) anos e o proprietário do imóvel estava em vias de perder o[…..]

  • A Fernandes Sociedade de Advogados obteve emblemática decisão judicial, que reconheceu a nulidade de penalidade de suspensão da Carteira Nacional de Habilitação de um cliente que havia comunicado formalmente ao Departamento de Trânsito, a mudança de seu endereço. Ocorre, que a despeito do cliente do escritório, ter realizado a comunicação[…..]

  • A Fernandes Sociedade de Advogados obteve importantíssima decisão judicial, que deverá cessar verdadeiro calvário de condomínio de baixa renda na Região Metropolitana de Curitiba, mais precisamente em São José dos Pinhais. Os condôminos do condomínio, composto por apartamentos entregues pela construtora há pouco menos de dois anos aos adquirentes, vêm[…..]

  • O prazo para inscrições dos interessados em participar como expositores da audiência pública sobre bloqueio do aplicativo WhatsApp por decisão judicial foi prorrogado para 1º de fevereiro de 2017. A prorrogação do prazo, que seria encerrado na última sexta-feira (25), se deu porque a audiência, convocada originalmente pelo ministro Edson[…..]